Erros a evitar na pregação da palavra

Erros a evitar na pregação

Erros a evitar na pregação da palavra

Planejamento para o sermão

Quando se começa um sermão deve-se saber exatamente o que irá falar, ter preparado previamente o assunto e sobre o desenrolar da pregação. O pregador necessita saber exatamente o objetivo deste sermão para evitar erros na pregação. Deve ter um planejamento prévio do sermão.

O foco principal de todo sermão é a palavra de Deus e para que isto ocorra o pregador deve focar toda a sua dedicação em um único texto bíblico e fazer a análise detalhada deste texto a compreensão exata por parte de seu público.  Pode-se até mesmo utilizar de experiências pessoais vividas para ajudar no esclarecimento deste texto bíblico desde que logicamente estes acontecimentos estejam relacionados com a Palavra escolhida para a pregação.

O pregador neste sermão deve dissertar com assuntos que estejam no contexto do assunto bíblico escolhido para que a assembleia consiga entender claramente a Palavra de Deus neste trecho pregado.

Com certeza, erros a evitar na pregação estão relacionados a misturar passagens bíblicas sem qualquer ligação; o pregador dissertar sobre situações bíblicas completamente antagônicas e que ao invés de esclarecer ao fiel estará apenas confundindo ainda mais o seu entendimento bíblico.

Não demonstrar posições pessoais

Em Tiago 3.14-16 diz ” mas, se tendes amargor, inveja e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade

Ou seja, a pregação não pode, de forma alguma, servir para demonstrar preferências pessoais, expor a posição pessoal do pregador contra determinada pessoa ou comportamento que ele pessoalmente não aceita e tolera.

A pregação é muito mais do que a mera opinião do pregador; ela é infinitamente maior do que isto, ela deve ser a Palavra de Deus, a Bíblia representada na figura do pregador.

Percebe a responsabilidade de se ser um pregador?

O Pregador deve ter como o limite para os seus sermões a Palavra de Deus e o que extrapolar ao entendimento bíblico deve ser dispensado, deixado de lado pelo pregador consciente desta limitação ao seu sermão.

Com certeza, há muitos erros a evitar na pregação e a isto o pregador deve ficar bem atento, estar realmente preparado em todos os sentidos, conhecendo a Lei e mesmo analisando possíveis comportamento passíveis de reclamação pela assembleia. Em muitas vezes, o pregador / pastor será chamado a mediar conflitos internos ou mesmo externos e saber agir com prudência e coerência será imprescindível ao seu bom dever.

Portanto, se deseja realmente ser um pregador então prime pelo comportamento exemplar e por mais deveres do que direitos e prepare-se para agir sempre nos limites da Palavra de Deus.

Vídeo sobre erros a evitar  na pregação e na vida

pregando a palavra de Deus